Loja na Paulista anuncia vaga de vendedor só para LGBTs e recebe 50 currículos

Por Gays & Afins
Procura-se vendedor. Não se exige boa aparência, apenas que x candidatx seja lésbica, gay, transexual, travesti ou integre algum outro grupo que componha a sigla LGBT. Uma loja da avenida paulista anunciou uma vaga de vendedor (R$ 1.200 mensais, registrados em carteira, mais benefícios) para a qual preferiu LGBTs.
O blog conversou com os donos da loja Cada Qual. Leia a entrevista abaixo.
Cada Qual
De onde veio a ideia de selecionar um funcionário necessariamente LGBT? 
Atualmente muito se fala sobre gêneros e identidades sexuais, mas falar, apenas, não basta. O Brasil, por exemplo, é o país que mais ‘mata’ transexuais. Nosso país tem uma falsa imagem de liberdade e camaradagem, mas a intolerância e resistência por aqui são fortes. Mais do que passar uma mensagem, nossa intenção com esta vaga é dar espaço e visibilidade para pessoas que acabam sendo vítimas de preconceito apenas pela questão de identificação sexual.
De quanto é o salário da vaga?
A vaga é para integrar nossa equipe de vendas. Para trabalhar de segunda a segunda, com uma folga semanal por escala. O salário é de R$1.200,00 mensais, mais participação das vendas e vale transporte, com registro em carteira.
Quantos CVs já receberam?
Anunciamos oficialmente a vaga na sexta-feira e desde então foram, aproximadamente, 50 currículos.
É uma espécie de cota compensatória, na sua opinião? Acham que outras empresas poderiam fazer o mesmo?
De forma alguma a acessibilidade e socialização deveriam ser consideradas como cota compensatória. As pessoas precisam aprender a ter empatia e tolerância, especialmente com àquelas pessoas que, por alguma razão, as deixam intimidadas. Você pode não gostar de gay, por exemplo, mas eles existem e são tão humanos quanto você. Eles pagam impostos e precisam de oportunidade e visibilidade. Toda e qualquer empresa deveria pensar assim, de forma inclusiva e não apenas com homo e trans, mas com negros, cadeirantes, obesos…
Como o público reagiu, mais críticas ou apoio?
Quem acompanha a Cada Qual conhece nossa identidade, sabe que esta é nossa forma de pensar. Somos abertos ao novo, vivemos de arte e criatividade, é uma atmosfera lúdica. Sendo assim, esta iniciativa tem sido muito bem recebida tanto pelas nossas marcas expositoras quanto por nossos clientes.